Quero muito que o meu namorado faça terapia

Conversando com Dr. Cuschnir – Glorinha Cohen

PERGUNTA: Dr. Luiz. Quero muito que o meu namorado faça terapia antes de casarmos. Já estamos juntos há mais de seis anos e acho que ele precisa esclarecer melhor o que o prende para se desenvolver mais como profissional e também como homem num todo. O que ele pode fazer para sair desse tipo de situação? O que o homem pode fazer para se automotivar e viver bem não importa em que fase da vida ele esteja?

RESPOSTA: Nos trabalhos de psicoterapia especializada nas questões de gênero, no caso masculino, o Gender Group trabalha recuperando e atualizando o potencial masculino através do resgate da auto estima e esclarecimento de mitos que o homem constrói que não pode sentir nem expor o que sente. Ao se perceber e se liberar disso, tanto em sessões de psicoterapia individual como em grupo de homens, ele percebe que a construção do masculino se baseava em padrões onipotentes que não condiziam com a sua realidade emocional. Isso é trabalhado com profissionais em ambiente terapêutico que só faz bem nessas horas. A recuperação do seu potencial afetivo, dá ao homem a dimensão de sua capacidade de conquista e da necessidade de conviver harmonicamente e sinceramente com seus relacionamentos. Se ele recupera isso, sem recorrer ao isolamento social ou familiar, ele pode receber o afeto e apoio que necessita para seguir seus objetivos. Um tema dos mais importantes é a vergonha de ter falhado. O adolescente e o jovem adulto tende a achar que pode tudo mas tem medo de não poder nada. Com a idade, aparecem mais claras as noções de realidade onde a onipotência adolescente não consegue mais esconder as suas limitações que estava acostumado a se apoiar. Se o homem consegue rever o que conquistou dentro de si ao invés de só olhar para fora, ele estará no caminho do fortalecimento da sua identidade masculina.

Tags:, , ,