CAVALHEIRISMO

ENTREVISTA A REVISTA NOVA COSMOPOLITAN

NOVA – Acredita que o feminismo é um ataque ao cavalheirismo?

O que tenho estudado nesses mais de 40 anos como profissional especializado no relacionamento homem/mulher é que nas primeiras etapas do feminismo, o ataque não era ficando o cavalheirismo mas sim a desvalorização que a sociedade tinha em relação à mulher. Os cavalheiros não eram mal vistos mas podiam ser mal interpretados, se a atitude condissesse com transformar a mulher em um objeto, incapaz.

Com o tempo, muitas atitudes caíram em desuso, tidas como cavalheirescas como sinônimo de “antigas”, em desuso, mas acompanho muitos homens, que nem perto têm a visão depreciativa das mulheres, e se sentem reforçados em sua masculinidade quando tomam atitudes assim.

NOVA – Quando o homem abre a porta do carro ou quer pagar a conta no restaurante significa que ele é machista?

Essa avaliação será feita se ela condizer com uma série de outras que comporiam uma homem que faz isso para ter poder, impor algo ou manter a mulher sob controle. O que vejo muito são homens que passam a vida pagando contas e em um determinado momento, se questionam disso, dessa atitude impositiva da sociedade e das mulheres, e se revoltam por se sentirem abusados economicamente.

 

NOVA – O que separa o cavalheirismo disso?

Um homem cavalheiro deseja oferecer a mulher um conforto. Se isso cabe naquele relacionamento, dependerá de quanto afeto estará envolvido nesse gesto. Quando digo afeto, não exclui atitudes exclusivamente profissionais ou sociais em geral. Um homem feminista estará confirmando o seu respeito pela mulher, o valor que ela tem e a simetria da relação, mas nem sempre isso corresponde um gesto que inclui gentileza ou carinho.

NOVA – Feminismo é o oposto de cavalheirismo?

Hoje em dia o feminismo se propõe a conquistas sociais respeitando fortemente as necessidades emocionais das mulheres. Assim, há mulheres que têm uma segurança extrema no seu valor como cidadã, seus direitos e capacidades, mas não prescinde totalmente de um homem que a trate bem, cavalheirescamente.

NOVA – O cavalheirismo é sexista? Ele faz com que os homens se sintam socialmente obrigados a intervir e fazer as coisas para a mulher, independentemente do consentimento ou capacidade dela?

Entendo que o sexismo ao qual as mulheres lutaram tanto para romper e transformar na sociedade, tinha a ver com o uso da mulher como objeto sexual, para a satisfação dos homens sexualmente. Sexista é sinônimo de identificação da inferiorização das mulheres. Há ainda situações onde os homens se sentem obrigados a servir as mulheres, por elas mesmas, sem nenhuma justificativa de serem menos que eles. Isso ainda percorre o ideário feminino de poder se apoiar nos homens por os verem mais fortes que elas. Mas não identifico isso com o termo sexista.

Tags:, , , , , , , , , , , , , , ,